INOVAÇÃO NAS PEQUENAS EMPRESAS

Atualmente é difícil pensar em empreendedorismo, sem, ao mesmo tempo, também não pensar em inovação. São dois universos umbilicalmente interligados e que se retroalimentam numa evolução mútua que se perpetua desde os primórdios da civilização, andando de mãos dadas numa caminhada sem fim.

O que seria de um sem o outro

Não haveria existido a evolução econômica e social que nos brindou com tudo o que somos e temos no presente momento como espécie humana, pelo menos na parte ocidental do planeta, suponho.

Da invenção da roda até o desenvolvimento da última tecnologia de ponta, das mudanças de era ao aumento contínuo de produtividade de todos os setores da economia, a inovação e o empreendedorismo repõem o que está posto, anunciando o que está por vir.

Não que o empreendedorismo tenha nascido na era mercantilista, porém imagine o que seria do início do comércio global sem a inovação, que foi transformando pequenas embarcações em gigantescas naus que ajudariam os comerciantes a cruzarem os oceanos em busca de novas mercadorias e novos mercados em quase todo o mundo.

Inconcebível né?

São dois temas que se complementam, se ajudam, se constroem e prosseguem juntos, nunca chegando a um ponto final, pois o objetivo de ambos é satisfazer as necessidades em constante transformação de uma civilização que está totalmente acostumada a ter seus desejos sempre atendidos e sendo inundada, a todo momento, por novos equipamentos e serviços tecnológicos que fazem de tudo. 

Vivemos a era das empresas inovadoras!!!

empreendedorismo e inovacao

O Google, a maior empresa de serviços de tecnologia do mundo, não se cansa de surpreender a todos com seus novos e interessantes produtos on-line que facilitam a vida de quem tem acesso a internet, na maioria das vezes de graça. 

O que começou com um pequeno projeto de universidade de um buscador de internet, se transformou numa das mais transformadoras empresas de todos os tempos, através da inovação pura e simplesmente.

Também podemos citar empresas com inovação disruptiva, como a Uber, que através da criação de um aplicativo, revolucionou o mercado de táxis em boa parte das grandes cidades do mundo e ainda vai causar muita polêmica com outros serviços que fazem parte do seu inovador portfólio de serviços. 

São empresas que tem a inovação em seu DNA, elas criam e transformam mercados mundiais, inovando a forma como as pessoas vivem e consomem.

Grandes empreendedores da história eram exímios inovadores. 

Henry Ford, Thomas Edison e vários outros revolucionaram suas respectivas áreas de atuação com inovações que adicionavam grande crescimento na qualidade de vida da sociedade e aumento de qualidade de vida consequentemente gera aumento de necessidades e de consumidores. 

Se a principal função do empreendedorismo é satisfazer cada vez mais as necessidades dos consumidores de produtos e serviços, é importante então que ele sempre ande de mãos dadas com a inovação e acompanhe as tendências de consumo. 

Mas como fazer isso nas pequenas empresas?

Como usar a inovação no seu cotidiano para ajudar na evolução do seu negócio? Basta tentar fazer as coisas de uma forma diferente do que foi convencionado, tentar imaginar novas maneiras de realizar as tarefas e processos do dia a dia. Você não precisa bolar o próximo produto ou aplicativo que irá conquistar o público e o mercado para ser considerado um empreendedor inovador. 

novas ideias

Toda e qualquer empresa precisa receber “toques” de inovação em seu cotidiano, basta ter boa vontade pra isso.  O fato é que a inovação aumenta a produtividade e consequentemente, os resultados e isso é interessante para qualquer empresa.

5 dicas para ser um empresário mais inovador

#1 – Tenha a vontade de sempre ir além, sempre tenha entusiasmo pelo crescimento de sua empresa 

  • – A ambição é essencial ao empreendedorismo, exerça-a;

  • – A falta de acomodação é propícia para a contínua busca de novas ideias, novas formas de fazer as coisas, buscar novos negócios.

  • – O contrário é verdadeiro. Imagine aquele empreendedor acomodado, paradão, satisfeito… Será que ele irá inovar algo em sua empresa? Acho que não!

#2 – Novos conhecimentos sobre o mercado de atuação

  • – Busque sempre novas informações sobre o mercado em que atua, isso o faz estar a par dos novos rumos que estão sendo tomados e evita surpresas desagradáveis com o tempo;

  • – Esteja a par das inovações tecnológicas de sua área de atuação, o empreendedor que está por dentro das novidades tecnológicas do setor que explora se permite uma necessária e mais rápida adaptação aos novos tempos e aumenta a produtividade da empresa.

empreendedorismo e inovacao

#3  Crie novos produtos/serviços ou agregue valor aos antigos

  • – Esteja sempre de olho em oportunidades de suprir novas necessidades de seus clientes, as vezes eles nem percebem que precisam de algo até vê-lo pela primeira vez. 

inovacao 2 300x126

#4  Faça Brainstorming com seus colaboradores

  • – Tente obter ideias para um melhor atendimento aos clientes com quem atende os seus clientes. 

  • – O debate e a proliferação de ideias é altamente saudável num ambiente que estimulante é claro. 

  • – Tente exprimir o melhor do que inevitavelmente irá surgir, você poderá se surpreender com as novas formas de fazer as coisas.

empreendedorismo e inovacao 7 300x192

#5 Revise os 3P’s de sua empresa

– Toda empresa é composta de três itens principais: É o chamado 3P: Pessoas, Produtos, Processos. Passe uma lupa nesses três itens e surgirá uma infinidade de inovações que ser realizadas.

Trocando em miúdos, inovar também é pesquisar novas formas de marketing, de governança, novos conceitos, reestruturar setores, remodelar o negócio, inserir novas atividades comerciais nele.

Perceber velhos vícios, abandonar ciclos viciosos, implantar novos processos, investir em novos aplicativos e equipamentos tecnológicos.

O que ocorre é que muitos empreendedores não percebem que passam muito tempo fazendo a coisa mecanicamente, sem ter como objetivo a melhora contínua.

Não se perguntam:

Onde devo mudar?

Onde devo melhorar?

Onde posso dinamizar processos?

Onde estamos errando?

Como posso agradar mais o meu cliente?

O empreendedor que não inova o seu negócio está jogando contra sí próprio e um dia essa conta irá ser cobrada.

Os concorrentes mais jovens com certeza irão suprir as demandas das novas necessidades surgidas e consequentemente ocorrerá uma transferência de clientela para eles, isso é inevitável. É enorme a quantidade de empreendedores que não fazem seus negócios crescerem por falta de inovação, pelo medo da mudança, pelo medo de arriscar, medo de fazer uma coisa diferente, por pura e simples acomodação, a antítese da inovação.

Tomara que você não seja mais um a engrossar essa lista.

Fonte: www.montesuaempresa.com

FacebookTwitterGoogle BookmarksLinkedin